Apenas um lugar calmo para amar.

IanaPaula
Viver, sonhar, ler, escrever e amar! 💕
Apenas um lugar calmo para amar.

As vezes eu só queria ser uma garotinha que se muda para o campo. Viver bem longe de tudo, demorar semanas para falar com meus amigos e parentes, sentir muita saudade e a ardência em meus olhos quando finalmente as lágrimas de desabafo escorrerem para fora junto com minha voz fraca e tremula ao telefone. Descobrir que há algo mais nas coisas que passam despercebidas, e nos lugares mais simples. Chorar e sentir que alguém de longe sente falta de mim. Sentir que tudo está longe de mim mas que ainda tenho tudo. Que nunca vou perder nada. Porque o medo real de se afastar é de não ser mais importante para aqueles que ficam. Porque Deus sabe o quanto já quis passar um tempo em silêncio, sem pensar em nada, apenas relaxar — não precisar estar bem, não precisar dizer um bom dia — porque as vezes eu preciso me fechar para me reorganizar. Sem nenhuma intenção especial, apenas não ter obrigações. Me sentir entendida sem precisar de gestos, perguntas, cobranças, apenas compreensão. Sentir o vento frio e forte rastejando direto para mim e estar coberta com um pano nem tão grosso assim. De vez em quando totalmente coberta com algo quente me saciando com aquele conforto simples e especial. Talvez, com um vestido fino e meio longo, deitada na grama com vento me causando arrepios e o sol fraco mas quentinho fazendo essa sensação passar brisa pós brisa. Sentar na grama fria sem ter nada para fazer além de olhar o céu. Abraçar umas árvores, sentar nas raízes delas sem medo de me sujar, pois vou estar logo ali, ao lado de casa. Tomar um banho no chuveiro ou na bica de fora. Balançar meus pés sobre a água calma de um lago cheio de peixes que eu não consigo ver pois a cor é escura e a única coisa que enxergo são meus pés, dois dedos abaixo d'água. Dormir a tarde inteira. Colher umas flores, deitar sobre uma toalha quadriculada com florzinhas, olhar as pequenas, irrelevantes e lindas coisas ao meu redor com um binóculo só para me distrair. Ver o dia nascer de vez em quando. Assistir um programa numa tv antiga, só de vez em quando. Ouvir puro e nítido o canto dos pássaros e qualquer barulho de qualquer outro animalzinho. Comer um pão quentinho feito na hora com uma manteiga derretendo nele, e aquele queijo que foi feito ali mesmo. Vestir a roupa e calçar o sapato que eu quiser, combinando ou não. Tirar umas fotos e parecer muito vintage. Conversar sobre coisas inocentes e calmas. Nunca mas ver um noticiário de morte ou qualquer crime que seja. Fazer doces com as frutas que caem do pé, e comer de sobremesa logo depois de ter tomado o suco da mesma no almoço. Fazer umas amizades sinceras. Ascender uma fogueira, e assar coisas nela. Enterrar meus pés na areia. Dormir com uma coberta super grossa e ficar aconchegante, tomar um café quentinho bem cedinho. Deitar e poder absorver o brilho do sol da manhã mas infantil. Ouvir minhas músicas favoritas, e descobrir mais músicas incríveis. Tomar banho de chuva, depois me aquecer perto da lenha. Ler os livros de anjos, fadas e feiticeiros, além dos de romance e investigação mas legais que eu conseguir comprar antes de pegar a estrada. Alimentar os patos. Ter um cavalo ou /e um pônei legal. Meditar de vez em quando e tirar umas fotos zuadas as vezes. Saber que nada vai me abalar, me machucar ou me afrontar. Não ter medo nem receio. Apenas um lugar calmo para amar.

Se existe um lugar que eu amaria estar, é um lugar assim, onde eu possa ser eu mesma comigo mesma.

Um comentário:

sample44

Mini Guia: Moda Coreana

sample44

Decoração: Closet improvisado

sample44

Dicas de maquiagem!